NYC – BROOKLYN – WILLIAMSBURG (part 2)

Voltando a falar de Williamsburg – Brooklyn vou dar mais algumas dicas.

Caminhe pela Bedford sempre, pois lá existem os melhores bares, mas pra quem curte uma cervejinha eu aconselho a conhecer o galpão da Brooklyn Brewery e passar o seu fim de tarde por lá mesmo.

Screen Shot 2014-09-15 at 11.44.00 AM

Falando ainda da Bedford Avenue – É a rua mais movimentada à noite em Williamsburg. Tem vários bares (alguns com DJ tocando vinil!) e vários tipos de restaurantes, comida indiana, italiana, café, sorvete e tudo da mais típica culinária novaiorquina.

Alguns lugares que fui e gostei.

Verb Cafe  – este é um ótimo lugar para sentar ao ar livre e observar o povo na rua. Se você quer um pouco de inspiração esse é o lugar certo! Coma a salada de rúcula, tome um café ou um chá de menta com pimenta (o melhor que já experimentei).

Screen Shot 2014-09-15 at 11.46.04 AM

Wythe Hotel –  comida espetacular, melhor vista, melhor rooftop. Esse hotel no Brooklyn tem o que nenhuma localização em Manhattan pode dar: a vista da própria ilha! Quase na pontinha do rio East, o bar do Wythe é todo de vidro e tem uma parte externa também, perfeita para admirar a paisagem.

Screen Shot 2014-09-15 at 12.25.06 PM Screen Shot 2014-09-15 at 12.25.18 PM Screen Shot 2014-09-15 at 12.25.38 PM

Compras – Buffalo ExchangeBeacons ClosetUrban Outfitters;   e para os homens tem várias como essa aqui – Cadet 

Union Pool –  Tem um pub na parte da frente, com DJ tocando (é a coisa mais hipster que você jamais ouviu na vida). Numa área a céu aberto, dá para bater papo e ouvir a música de leve, além de aproveitar a carrocinha de tacos que fica ali. Para completar, tem um terceiro ambiente – uma pista de dança super animada, mas só abre nos fins de semana. Na noite em que estive lá (7 pm), eu a uma amiga nos acabamos de dançar com os clássicos da Motown tocados em vinil.

union pool2014-09-15 at 11.30.59 AM union pool2014-09-15 at 11.30.08 AM union pool1.31.16 AM

Artists and Fleas – A feira é uma das mais famosas do Brooklyn. Vende artesanato, comida, artigos de moda e decoração vintage. Funciona num antigo armazém, e todo o arredor é bastante charmoso. Vale o passeio, por mais que não se compre nada. Vale conhecer!

Screen Shot 2014-09-15 at 11.53.33 AM Screen Shot 2014-09-15 at 11.54.20 AM Screen Shot 2014-09-15 at 11.54.35 AM Screen Shot 2014-09-15 at 11.54.49 AM

Brooklyn Flea  – é uma feira hipster com muitas coisas vintages, retrô e artesanais. Pra quem gosta de novas experiências e novo estilo vai adorar conhecer a feira, pois pode encontrar coisas que não encontraria em nenhum outro lugar. É um lugar bem divertido de visitar. Ela acontece em lugares diferentes, então procure se informar antes de ir. Eu dei uma passada muito rápida e não pude aproveitar muito. A feira acontece sempre aos domingos.

brooklynflea-1

Screen Shot 2014-09-15 at 12.08.36 PM

No dia da final da copa do mundo acabei assistindo a final em Williamsburg no Fada Frensh Bistro – muitas vezes as ruas são fechadas para poder facilitar a integração das pessoas e das famílias. Um ambiente muito tranquilo e familiar. Almocei um delicioso quiche e ostras frescas com um delicioso vinho rose. Por la é permitido beber na rua em copos de plásticos quando a rua a fechada.

IMG_9299 DSC01680 DSC01681 DSC01682 DSC01683 DSC01684 DSC01687

UM ACHADO MARAVILHOSO

Nas minhas pesquisas por atividades diferentes acabei conhecendo a exposição de Kara Walker’s Sugary Sculptures at the Defunct Domino Sugar Factory in Williamsburg, Brooklyn –  “A Subtlety” (aka the Marvelous Sugar Baby) começou em Maio e acabou no dia 6 de julho e eu tive a oportunidade de conhecer.

Kara Walker é considerada uma das artistas americanas mais importantes e polêmicas dessa geração com seu trabalho sobre escravidão, assédio sexual, violência e identidade. Ela ficou especialmente conhecida por conta de seus tableaux de papel preto recortado. Kara ocupou a usina de açúcar abandonada Domino Sugar por 2 meses. A instalação foi a primeira em grande escala feita pela artista, foi encomendada pela Creative Time. O espaço contou com  90 mil metros quadrados foi usado pela primeira (e talvez última) vez para abrigar uma exposição. Nessa empreitada, o trabalho mostrou também a história do açúcar e suas implicações. Segundo a própria artista, foi “uma homenagem aos trabalhadores não pagos e sobrecarregados que refinaram nosso paladar doce nas plantações de cana e nas cozinhas do novo mundo”.

Kara Walker esculpiu uma gigantesca mulher-esfinge de mais de 10 metros de altura e 20 de comprimento, branca e doce como o açúcar, mas com traços africanos. A obra impressiona, mais ainda no ambiente em que foi colocada.  O buxixo em torno da mostra foi muito grande, sem falar no jantar de celebridades que marcou a abertura da exposição.

DSC_0516 DSC_0604 Screen Shot 2014-09-15 at 10.46.36 AM

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: